Publicado em Livros

A Rainha de Tearling

Já faz algum tempo que eu estava querendo ler esse livro. Se tem uma coisa que eu adoro é personagem feminina forte e isso é MUITO difícil de encontrar. A maioria das histórias, sendo elas escritas por homem ou mulher, sempre fazem mulheres fracas e dependentes de macho e já estou bem cansada disso…

Quando vi no canal All About That Book que a protagonista dessa história é o oposto de tudo isso, já me interessei na hora. Isso não quer dizer que a Kelsea seja toda fodona e que faz tudo sozinha, mas sim que ela consegue se virar pensando por si mesma.

Sinopse:

Quando a rainha Elyssa morre, a princesa Kelsea é levada para um esconderijo, onde é criada em uma cabana isolada, longe das confusões políticas e da história infeliz de Tearling, o reino que está destinada a governar.

Dezenove anos depois, os membros remanescentes da Guarda da Rainha aparecem para levar a princesa de volta ao trono, mas o que Kelsea descobre ao chegar é que a fortaleza real está cercada de inimigos e nobres corruptos que adorariam vê-la morta.

Mesmo sendo a rainha de direito e estando de posse da safira Tear – uma joia de imenso poder -, Kelsea nunca se sentiu mais insegura e despreparada para governar. Em seu desespero para conseguir justiça para um povo oprimido há décadas, ela desperta a fúria da Rainha Vermelha, uma poderosa feiticeira que comanda o reino vizinho, Mortmesne.

Mas Kelsea é determinada e se torna cada dia mais experiente em navegar as políticas perigosas da corte. Sua jornada para salvar o reino e se tornar a rainha que deseja ser está apenas começando. Muitos mistérios, intrigas e batalhas virão antes que seu governo se torne uma lenda… ou uma tragédia.

Hoje mesmo eu vi esse livro na seção infanto-juvenil da Saraiva. Quem lê por cima pode achar que se encaixa nessa temática, mas NÃO. Definitivamente não. O livro tem citação de sexo e alguns palavrões, então pra mim fica entre o Young-Adult e o New-Adult.

Voltando a falar sobre as personagens, a Kelsea é uma princesa totalmente fora dos padrões. Em primeiro lugar, ela não é aquela mulher linda e maravilhosa. Ela é descrita como gordinha e bem normal. Todo o encanto dela está na inteligência, na personalidade e principalmente na determinação que ela tem.

Este primeiro livro foi mais uma introdução de toda a história, então, com exceção da Kelsea, os outros personagens não são tão bem explorados. A própria Rainha Vermelha aparece poucas vezes, mas te deixa com vontade de saber mais sobre ela. O mesmo acontece com o Clava e o Fetch. O Clava, apesar de aparecer o tempo todo (chefe da guarda real) ainda é um personagem muito misterioso pra mim. O Fetch então, nem se fala! Louca pra saber mais sobre ele! Apesar disso, a narrativa me deixou muito presa e eu não conseguia parar de ler!

Agora, uma crítica que eu tenho é que apesar da Kelsea ter sido treinada e preparadaliv01220133_f durante a vida toda dela para assumir o reino, muita coisa importante foi escondida. Eu acho que quando você vai assumir um reino, você precisa saber a situação em que ele se encontra, mas ela só descobre isso quando chega lá. Há um tratado de paz entre Tearling e Mortmesne e ela não sabe NADA sobre isso. Como assim? Foi o tipo de mistério desnecessário, porque era uma informação crucial para o governo dela.

Minha outra crítica é a capa. Eu achei a capa bem sem graça perto das capas americanas e até mesmo a portuguesa (foto)… Bem decepcionada quanto a isso.

Estou muito ansiosa para saber que rumo essa história vai tomar. Não sei quanto tempo a Suma das Letras vai demorar para lançar a continuação, então não sei se vou me aguentar o suficiente para esperar ou se comprarei em inglês mesmo a continuação…

Vale comentar também que há um projeto para esta trilogia virar filme e, melhor ainda, um filme com a Emma Watson! Não sei a quantas anda as negociações, porque já faz tempo que ouço falar sobre isso. Só sei que a Emma amou o livro e além de estrelar o filme, será a produtora executiva dele. Fico imaginando como ela vai fazer a Kelsea, já que ela não é gordinha… Não sei se ela engordaria um pouco para isso. Quanto à beleza comum, acho a Emma bonita, mas também acho uma beleza normal, então acredito que se encaixe.

O jeito é esperar para ver se este filme vai ou não sair, mas estou MUITO ansiosa!!

A marca do verdadeiro herói é que a mais heroica de suas proezas é feita em segredo. Nunca ficamos sabendo dela. Contudo, meus amigos, de algum modo sabemos.

Padre Tyler

Anúncios

Um comentário em “A Rainha de Tearling

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s