Publicado em Filmes, Livros

O Silêncio dos Inocentes

Eu sou apaixonada por livros policiais, especificamente aqueles que tratam de serial killers. Há anos eu ouvia falar de Hannibal Lecter, mas foi só alguns anos atrás que eu decidi começar a ler os livros que deram origem os filmes e à série.

Eu ia assistir ao filme primeiro antes de comentar sobre o livro, mas não tenho previsão para assisti-lo (quem sabe no feriado), então resolvi logo falar sobre o livro. Os filmes foram lançados fora de ordem, já que o primeiro foi exatamente o Silêncio dos Inocentes. A ordem correta é:

  • Dragão Vermelho (1981)
  • O Silêncio dos Inocentes (1988)
  • Hannibal (1999)
  • Hannibal, A Origem do Mal (2006)

Meu primeiro contato com o Hannibal foi no Dragão Vermelho. O filme deste livro também foi a meu primeiro contato com o Antony Hopkins como Hannibal, que, diga-se de passagem é INCRÍVEL! Dragão Vermelho foi um livro que me deixou completamente presa na leitura. A todo momento eu queria saber o que ia acontecer e ficava cada vez mais impressionada como eu não conseguia sentir raiva do Hannibal, além de admirar a inteligência dele!

yes-ben-affleck-has-seen-the-sad-affleck-meme_k1jeNa mesma época, eu comecei a assistir a série, que conta com o Mads Mikkelsen como Hannibal. A série era genial! Tanto o Mads como o Hugh Dancy, que fazia o Will, ficaram sensacionais! Até shippei os dois (me julguem)! Mas, a série foi cancelada e eu ainda não tive coragem de terminar…

Mas voltando ao livro que é título do meu post, não posso dizer que O Silêncio dos Inocentes me prendeu da mesma forma que Dragão Vermelho. Não gosto tanto do Will do livro e do filme (que é bem fiel, por acaso) quanto gosto dele na série, mas O Hannibal é incrível e o Francis Dolahyde também é um personagem muito interessante.

No Silêncio dos Inocentes, o Hannibal, sem dúvida, é o melhor personagem! A Clarice não é chata, gostei bastante dela, mas o Jame não me cativou. A forma de como ele matava as vítimas dele e os motivos são bem interessantes, mais até do que o Francis, mas achei o personagem um tanto apagado perto do próprio Hannibal. A história do Buffalo Bill parece bem secundária até quase metade do livro. Enquanto o Hannibal estava em evidência, eu li loucamente, mas depois que o Buffalo Bill vira o objetivo, perdi muito do interesse.

Mesmo assim, eu adorei o livro e dei 4 estrelas no Goodreads e Skoob. Mais uma vez o Hannibal conquista a gente com a lábia e a inteligência. As conversas que ele tem com a Clarice são sempre interessantes. Queria ter visto o filme pra comparar, mas considerando que a adaptação de Dragão Vermelho é bem fiel, essa também deve ser.

Estou realmente muito interessada nos próximos, uma vez que ambos têm foco no Hannibal. Vou tentar terminar essa quadrilogia ainda nesse ano e também vou tentar terminar a série… Confesso que o maior motivo foi porque fiquei com medo de terem cagado o final…

Tanta coisa pra ler e tão pouco tempo…

Nada aconteceu comigo, policial Starling. Eu aconteci. Você não pode reduzir-me a um jogo de influências. Vocês trocam o bem e o mal pelo behaviorismo, policial Starling. Puseram todo mundo vestindo fraldas morais – nada mais é culpa de ninguém.

Hannibal Lecter – O Silêncio dos Inocentes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s