Julho #TBR

Julho #TBR

  1. A Melodia Feroz – Victoria Schwab
  2. A Lógica Inexplicável da Minha Vida – Benjamin Alire Sáenz
  3. Harry Potter and the Prisioner of Azkaban – J.K. Rowling
  4. Injustiça 4 – DC Comics
  5. Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo – Benjamin Alire Sáenz
  6. Louco ou Cruel? – Ilana Casoy
  7. Três Coroas Negras – Kendare Blake

Ambiciosa ela…

Anúncios
Publicado em Livros

Joyland

Faz tempo que eu estou querendo começar a ler Stephen King e empurrando porque não tinha nada dele. Há alguns meses comprei It, mas confesso que estava com um pouco de receio de começar por ele, principalmente pelo tamanho. Então, aproveitei uma promoção da Amazon por esses dias e comprei Joyland.

Eu morro de medo de filme de terror (aqueles com espíritos), mas nunca tive problema com livro de terror. Não me pergunte o por quê….

Como eu estava esperando minha malinha atrasada do Turista Literário e tinha acabado de ler A Sociedade do Anel (além de saber que seria uma semana daquelas), decidi pegar Joyland por ser curtinho e parecer ser bem tranquilo. MELHOR ESCOLHA!

Sinopse:

Continuar lendo “Joyland”

TAG FOGO RÁPIDO

Já que as leituras estão enroladas nesse mês (e minha malinha do Turista aparentemente foi extraviada), vamos fazer uma TAG para movimentar esse blog. Peguei essa TAG do Livraria em Casa.

– E-Book ou Livro físico?

Eu leio e-book, mas não abro mão de um livro físico lindo pra colocar na minha estante.

– Capa comum ou capa dura?

HARDCOVEEEEEER!!!! ❤ ❤ ❤

– Livraria online ou livraria física?

Não há melhor sensação que comprar um livro em uma livraria física.

– Série ou Trilogia?

Trilogia, leio séries, mas haja saúde…

– Heróis ou Vilões?

Nada como um bom vilão, bem construído e carismático!

– Um livro que você recomenda para todo mundo ler?

Harry Potter! (sim, tem pessoas que nunca leram)

– Um livro subestimado?

O Diário da Princesa. Todo mundo pensa que é uma série infantil e boba, mas é realmente muito boa! 

– O último livro que você terminou de ler?

A Sociedade do Anel.

– O último livro que você comprou?

Foram dois: Joyland do Stephen King e A Queda dos Reinos da Morgan Rhodes.

– Coisa mais estranha que você usou de marcador de página?

Já usei celular, folha seca e notinha de compra.

– Livros usados: sim ou não?

Se estiver bem cuidado, nenhum problema em ser usado.

– Três Gêneros Literários Favoritos?

Distopia/Ficção científica, policial e fantasia.

– Comprar ou Emprestar?

Comprar, porque se pegar emprestado e gostar vou acabar querendo comprar de qualquer forma.

– Personagens ou Trama?

A trama é muito importante, mas de nada adianta se os personagens não cativarem.

– Livros longos ou curtos?

Mediano (entre 300 e 400 páginas).

– Capítulos longos ou curtos?

Capítulos curtos! Fazem a leitura fluir muito melhor!

– Os primeiros três livros que vierem à sua cabeça…

O Senhos dos Anéis, Harry Potter e Sherlock Holmes (estavam à vista).

– Livros para rir ou livros para chorar?

Livros para rir.

– Nosso Mundo ou Mundos Fictícios?

Nada como um bom mundo bem construído!

– Audiobooks: Sim ou Não?

Completamente sim, ando meio viciada em audiobooks.

– Você julga um livro pela capa?

Julgo muito, mas sempre lerei a sinopse e resenhas antes comprar. Da mesma forma, não deixo de comprar o livro se a história for boa e a capa horrorosa.

– Adaptação de livro para filme ou de livro para série de tv?

Livro pra filme, porque apesar de muitas vezes ficar levemente incompleto, evita que comecem a encher linguiça como muitas vezes fazem nas séries.

– Um filme ou série que você gostou mais do que o livro?

A Prova de Fogo, 2º filme de Maze Runner. Achei o livro muito chato e parado e, apesar do filme ter mudado MUITA coisa, ficou muito mais legal!

– Livros em série ou livros únicos?

Fico sempre em dúvida, porque é muito chato depender de continuação que nem sempre é boa, mas também é muito triste quando uma boa história termina e você sabe que não tem continuação. Acho que é por isso que gosto de duologias e trilogias.

Publicado em Livros

A Leitora

O mês de maio não foi um mês muito produtivo no quesito leitura (em nenhum quesito pra falar a verdade). Eu tinha uma TBR de 4 livros e acabei lendo 1 livro e meio…. O plano era ler dois, mas acabei terminando a 1ª parte de The Fellowship of the Rings (o book 1, falta o book 2) e o livro do turista.

O livro de abril do Turista Literário foi A Leitora, primeiro livro da série Mar de Tinta e Outro, escrito pela Traci Chee e publicado aqui pela Plaraforma21. Eu tinha visto propaganda do lançamento desse livro na CCXP do ano passado e achei muito interessante, mas apesar de ter pego o primeiro capítulo pra ler, acabei não lendo.

Gente… QUE LIVRO MARAVILHOSO! O livro é grandinho (quase 500 páginas), mas a leitura é super fluida. Eu demorei até bastante pra ler por motivos de muita coisa pra fazer + o mês não ajudou, porém quando eu pegava pra ler, era quase 100 páginas fácil.

Sinopse:

Era uma vez um mundo chamado Kelanna. Um lugar tão maravilhoso quanto terrível, onde ninguém sabia ler. Lá, as histórias não eram registradas em papel como esta que você está prestes a ler, elas eram simplesmente transmitidas de geração a geração. Em uma dessas lendas, falava-se de um objeto misterioso que guardava a maior magia que o povo de Kelanna já conheceu: o livro. Quem soubesse interpretá-lo teria acesso a um poder inimaginável.

Após o assassinato de seu pai por uma organização misteriosa, a jovem Sefia recebe de herança um estranho objeto retangular, que pode ser a chave para desvendar seu passado. Para isso, ela precisará aprender a decifrá-lo para entender o que o torna tão valioso e se tornar uma leitora.

Magia e grandes perigos, como o terrível Flagelo do Leste e sua famosa frota de piratas, cruzarão seu caminho. Mas você se engana se acha que Sefia enfrentará tudo sozinha…

Continuar lendo “A Leitora”

TAG de A a Z

Cá estou eu pra fazer mais uma TAG. Apesar de não ter falado sobre nenhum livro ainda neste mês de maio, eu estou lendo sim, mas estou lendo o Senhor dos Anéis e A Leitora ao mesmo tempo (além de Harry Potter que estou ouvindo audiobook).

Esta TAG eu vi no Livraria em Casa e no All About That Book.

1. Autor preferido.

Eu vou considerar autores preferidos como aqueles que eu li vários livros e gostei de tudo. Então temos: Anne Rice, Meg Cabot, Agatha Christie.

2. Bebida preferida durante a leitura

Eu bebo muita água enquanto leio, mas também adoro um café ou um chá quentinho.

3. Citação literária preferida

Tem várias citações que eu amo, mas acho que uma das primeiras que impactou a minha vida foi “It is our choices, Harry, that show what we truly are, far more than our abilities.” – Harry Potter and the Chamber of Secrets

4. Detestou ler

Olha, eu pensei bastante pra responder essa, não conseguia pensar em nenhum livro que eu tivesse detestado ler. Aí lembrei de Lua Nova da série Crepúsculo. QUE LIVRO CHATO!!! Quase joguei no fogo várias vezes.

5. Está a ler

O Senhor do Aneis, A Leitora e Harry Potter e a Câmara Secreta.

6. Feliz por ter dado uma oportunidade

Eu fiquei muito receosa em ler um livro da Anne Rice que não fosse parte das Crônicas Vampirescas, mas alguns anos atrás vi Chore para o Céu na Biblioteca e resolvi pegar pra ler. MELHOR COISA QUE EU FIZ! Esse livro é maravilhoso!!! Preciso comprar pra mim.

7. Gênero literário que não lês

Não é que eu não leia, mas não tenho costume de ler romances, principalmente estilo Nicholas Sparks.

8. Hardcover ou paperback?

HARDCOVER!!!!!!!!!!!

9. Internet ou livrarias físicas?

Eu prefiro comprar na internet por causa dos preços, mas também AMO passear em livraria, principalmente quando tem promoções. 

10. Julga um livro pela capa?

Julgo. Julgo muito! Porém, não deixo de ler um livro de a capa é feia.

11. Kobo ou kindle? ou Kindle ou livro físico

Como não tenho o Kobo vou preferir o Kindle, mas entre Kidle ou livro físico, SEMPRE livro físico.

12. Livro mais longo que já leu

Algo me diz que é A Tormenta de Espadas com 1474 páginas (versão pocket).

13. Momento mais importante na tua vida literária

Sem dúvidas foi quando fui à Bienal do Rio pra ver a Anne Rice e ela autografou meu Entrevista com o Vampiro ❤

14. Número de estantes que possui

2 no quarto (uma de livros e outra de mangás e quadrinhos) e 1 na sala (com livros, mangás e quadrinhos para ler)

15. Obsessão literária

Livros Hardcover!!!!

16. Personagem que provavelmente teria namorado na escola.

Tenho várias paixões literárias, mas um garoto que provavelmente namoraria na adolescência seria o Michael do Diário da Princesa.

17. Quantos livros tens por ler?

Arrumei minha estante e tenho, no momento 70 livros para ler, fora os de séries que estou lendo e ainda não comprei.

18. Ressacas literárias. Quando foi a tua última?

Não foi exatamente uma ressaca, mas quando estava lendo A Batalha do Apocalipse, o livro não estava fluindo e eu não estava conseguindo ler nada.

19. Série que começou e precisa acabar

Tem várias séries que eu comecei e preciso acabar, mas uma que eu comecei a ler há muito tempo e não terminei até hoje é As Fronteiras do Universo. Li A Bússola de Ouro e a Faca Sutil quase seguidos e fiquei sem o último. Comprei tem alguns anos e está parado lá…. Preciso terminar logo!

20. Três dos teus livros preferidos de sempre

Muito difícil… A Rainha dos Condenados da Anne Rice, Harry Potter e o Cálice de Fogo da J. K. Rowling e A Hora das Bruxas da Anne Rice.

21. Último livro que leste

O último livro que eu terminei foi Um Canto mais escuro da floresta da Holly Black.

22. Voltará a ler

A Série Harry Potter, que por acaso já estou relendo.

23. Wishlist literária. Qual o último livro que adicionou à tua wishlist?

Fangirls da Rainbow Rowell

24. X marca o lugar. Qual o 24º livro da tua estante?

Arquivo Serial Killers – Illana Casoy

25. Ya ou livros adultos?

Gosto dos dois. Sem preferências.

26. Zzzz…Qual o último livro que te manteve acordada até tarde?

A Leitora. Ontem fiquei até às 3h da manhã lendo.

TAG dos Clichês

Apesar de termos aquela birra com clichês todo o livro que a gente pega para ler tem algum clichê. Sendo assim, vamos à TAG dos Clichês que vi no Livraria em Casa!

1. Quem eu escolho? (triângulo amoroso que você achou mais desnecessário)

Eu não consegui pensar em nenhum de primeira, até porque acho bem desnecessário a maioria dos triângulos amorosos, mas esse que o Paulo comentou no vídeo dele é realmente bem bizarro: Abe, Emma e Jacob de O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. BI-ZAR-RO! Se você leu e entendeu a necessidade disso, me explique por favor. Grata.

2. “Soltou o ar que não sabia que estava prendendo” (Última vez que leu a frase)

Eu não tenho a menor ideia de quando eu li essa frase na vida, mas sei que li já algumas vezes. Isso tem cara de mangá shoujo pra mim (os reis dos clichês junto aos doramas). Pensando em livros, isso tem cara de ter aparecido em Crepúsculo.

3. Oi, já te amo! (o instalove mais rápido)

Primeiro pensei em Crepúsculo de novo, mas aí lembrei de Amante Sombrio da série A Irmandade da Adaga Negra, escrita pela J. R. Ward. Eu costumo a evitar insta loves, mas o Wrath e a Beth tem um relacionamento extremamente rápido… Inclusive, este é o livro que menos gosto até agora.

4. Uma bigorna nos ombros (personagem que carrega a culpa do mundo)

Tem vários personagens que poderiam se encaixar aqui. A maioria dos protagonistas acham que carregam o mundo nas costas, mas o primeiro que me vem à cabeça é a Clary da série Os Instrumentos Mortais escrita pela Cassandra Clare. Puta que pariu que garota chata! Tudo ela acha que é culpa dela ou sobre ela…. Insuportável!

5. Complexo do melhor amigo (aquele que sempre se apaixona por ou é a paixão do personagem principal)

Esta aqui também vou dar a mesma resposta do Paulo: Simon de Instrumentos Mortais. Ele se encaixa tão bem aqui porque além de ser aquele chichêzão do cara ser totalmente apaixonado pela melhor amiga e ela não fazer ideia, ele meio que insiste nisso durante quase todos os livros. Pelo amor de Deus! Sai dessa colega!!!

6. O intelectual (personagem super inteligente que lhe fez sentir estúpido)

Um personagem inteligente que sempre me faz sentir estúpida é o Sherlock Holmes. A capacidade dele de observação de detalhes e de dedução é tão absurda que deixa qualquer um se sentindo um completo idiota!

7. Casal silêncio (falta de comunicação entre personagens)

Se tem um casal que eu passei raiva por causa disso, na verdade são dois casais: Tris e Quatro da série Divergente da Veronica Roth e Mia e Michael da série do Diário da Princesa da Meg Cabot. Em ambos os casos, eles criam problemas imensos por coisas que facilmente davam para ser conversadas e resolvidas. Sempre eles resolvem tomar decisões sozinhos e dá merda. Eu queria morrer pensando “conta looooogo”!

8. O poderoso chefão (personagens jovens com cargos altos demais)

Esse tipo de personagem é o mais clichê dos doramas, mas uma vez que não tenho saco pra romance, é difícil que eu leia livros que tenha um personagem assim. Além do óbvio Christian Grey de 50 Tons de Cinza, só consigo lembrar do Michael de O Diário da Princesa, que com o desenrolar da história acaba abrindo uma empresa milionária com uma idade de 20 e poucos anos. 

9. O engraçadinho chato (personagens escritos com a intenção de serem legais, mas só irritam)

Aqui eu não consigo escolher um personagem, mas posso colocar a maioria dos personagens de Instrumentos Mortais. A Cassandra Clare tenta fazer tanta piada nos livros que chega uma hora que cansa! Tem hora que a piada é tão forçada, principalmente em momentos que não precisa de piada! As únicas piadas que gosto são do Magnus e algumas do Simon.

10. Personagem principal coadjuvante (quando o livro é todo sobre o interesse romântico)

Quem ler vai querer me apedrejar e dizer que não é isso e que tem muito mais história política de fundo, mas eu preciso dizer que pra mim pareceu que os dois últimos livros de Jogos Vorazes foram inteiramente sobre o Peeta. O livro todo do Em Chamas foi “como manter o Peeta vivo” e A Esperança foi “como salvar o Peeta e fazer ele recobrar a sanidade”. Isso estragou grande parte da história pra mim. Sério.

11. Leitor do contra (clichê que você ama e não se cansa de ler)

Eu acredito que isso seja um clichê e confesso que amo! Sabe aqueles livros que você vai lendo sabendo que vai ter um plot twist no final e você vai descobrir que tudo que você achava que era verdade, na verdade não era? Amo plot twist que me surpreende, mas aqueles que realmente são embasados em fatos na história e não aqueles que são extremamente convenientes.

Publicado em Livros

O canto mais escuro da floresta

O canto mais escuro da floresta foi o livro do mês de março do Turista Literário e foi escrito por Holly Black, autora das Crônicas de Spiderwick.

Sinopse:

Hazel e seu irmão, Ben, moram em uma cidade onde humanos e fadas convivem. A magia aparentemente inofensiva desses seres atrai turistas de todas as partes, que querem ver de perto as maravilhas do lugar e, principalmente, o garoto de chifres e orelhas pontudas que descansa em um caixão de vidro. Hazel e Ben eram fascinados pelo garoto quando crianças. Mas, à medida que crescem, as histórias e teorias que inventavam perdem o encanto. Eles sabem que o garoto de chifres nunca acordará…. Até que um dia ele acorda. Agora, os irmãos precisam se tornar os heróis que fingiam ser em suas brincadeiras e desvendar os mistérios que envolvem aquele príncipe com chifres.

Continuar lendo “O canto mais escuro da floresta”

Publicado em Filmes, Livros

O Silêncio dos Inocentes

Eu sou apaixonada por livros policiais, especificamente aqueles que tratam de serial killers. Há anos eu ouvia falar de Hannibal Lecter, mas foi só alguns anos atrás que eu decidi começar a ler os livros que deram origem os filmes e à série.

Eu ia assistir ao filme primeiro antes de comentar sobre o livro, mas não tenho previsão para assisti-lo (quem sabe no feriado), então resolvi logo falar sobre o livro. Os filmes foram lançados fora de ordem, já que o primeiro foi exatamente o Silêncio dos Inocentes. A ordem correta é:

  • Dragão Vermelho (1981)
  • O Silêncio dos Inocentes (1988)
  • Hannibal (1999)
  • Hannibal, A Origem do Mal (2006)

Meu primeiro contato com o Hannibal foi no Dragão Vermelho. O filme deste livro também foi a meu primeiro contato com o Antony Hopkins como Hannibal, que, diga-se de passagem é INCRÍVEL! Dragão Vermelho foi um livro que me deixou completamente presa na leitura. A todo momento eu queria saber o que ia acontecer e ficava cada vez mais impressionada como eu não conseguia sentir raiva do Hannibal, além de admirar a inteligência dele!

Continuar lendo “O Silêncio dos Inocentes”