TAG dos Clichês

Apesar de termos aquela birra com clichês todo o livro que a gente pega para ler tem algum clichê. Sendo assim, vamos à TAG dos Clichês que vi no Livraria em Casa!

1. Quem eu escolho? (triângulo amoroso que você achou mais desnecessário)

Eu não consegui pensar em nenhum de primeira, até porque acho bem desnecessário a maioria dos triângulos amorosos, mas esse que o Paulo comentou no vídeo dele é realmente bem bizarro: Abe, Emma e Jacob de O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. BI-ZAR-RO! Se você leu e entendeu a necessidade disso, me explique por favor. Grata.

2. “Soltou o ar que não sabia que estava prendendo” (Última vez que leu a frase)

Eu não tenho a menor ideia de quando eu li essa frase na vida, mas sei que li já algumas vezes. Isso tem cara de mangá shoujo pra mim (os reis dos clichês junto aos doramas). Pensando em livros, isso tem cara de ter aparecido em Crepúsculo.

3. Oi, já te amo! (o instalove mais rápido)

Primeiro pensei em Crepúsculo de novo, mas aí lembrei de Amante Sombrio da série A Irmandade da Adaga Negra, escrita pela J. R. Ward. Eu costumo a evitar insta loves, mas o Wrath e a Beth tem um relacionamento extremamente rápido… Inclusive, este é o livro que menos gosto até agora.

4. Uma bigorna nos ombros (personagem que carrega a culpa do mundo)

Tem vários personagens que poderiam se encaixar aqui. A maioria dos protagonistas acham que carregam o mundo nas costas, mas o primeiro que me vem à cabeça é a Clary da série Os Instrumentos Mortais escrita pela Cassandra Clare. Puta que pariu que garota chata! Tudo ela acha que é culpa dela ou sobre ela…. Insuportável!

5. Complexo do melhor amigo (aquele que sempre se apaixona por ou é a paixão do personagem principal)

Esta aqui também vou dar a mesma resposta do Paulo: Simon de Instrumentos Mortais. Ele se encaixa tão bem aqui porque além de ser aquele chichêzão do cara ser totalmente apaixonado pela melhor amiga e ela não fazer ideia, ele meio que insiste nisso durante quase todos os livros. Pelo amor de Deus! Sai dessa colega!!!

6. O intelectual (personagem super inteligente que lhe fez sentir estúpido)

Um personagem inteligente que sempre me faz sentir estúpida é o Sherlock Holmes. A capacidade dele de observação de detalhes e de dedução é tão absurda que deixa qualquer um se sentindo um completo idiota!

7. Casal silêncio (falta de comunicação entre personagens)

Se tem um casal que eu passei raiva por causa disso, na verdade são dois casais: Tris e Quatro da série Divergente da Veronica Roth e Mia e Michael da série do Diário da Princesa da Meg Cabot. Em ambos os casos, eles criam problemas imensos por coisas que facilmente davam para ser conversadas e resolvidas. Sempre eles resolvem tomar decisões sozinhos e dá merda. Eu queria morrer pensando “conta looooogo”!

8. O poderoso chefão (personagens jovens com cargos altos demais)

Esse tipo de personagem é o mais clichê dos doramas, mas uma vez que não tenho saco pra romance, é difícil que eu leia livros que tenha um personagem assim. Além do óbvio Christian Grey de 50 Tons de Cinza, só consigo lembrar do Michael de O Diário da Princesa, que com o desenrolar da história acaba abrindo uma empresa milionária com uma idade de 20 e poucos anos. 

9. O engraçadinho chato (personagens escritos com a intenção de serem legais, mas só irritam)

Aqui eu não consigo escolher um personagem, mas posso colocar a maioria dos personagens de Instrumentos Mortais. A Cassandra Clare tenta fazer tanta piada nos livros que chega uma hora que cansa! Tem hora que a piada é tão forçada, principalmente em momentos que não precisa de piada! As únicas piadas que gosto são do Magnus e algumas do Simon.

10. Personagem principal coadjuvante (quando o livro é todo sobre o interesse romântico)

Quem ler vai querer me apedrejar e dizer que não é isso e que tem muito mais história política de fundo, mas eu preciso dizer que pra mim pareceu que os dois últimos livros de Jogos Vorazes foram inteiramente sobre o Peeta. O livro todo do Em Chamas foi “como manter o Peeta vivo” e A Esperança foi “como salvar o Peeta e fazer ele recobrar a sanidade”. Isso estragou grande parte da história pra mim. Sério.

11. Leitor do contra (clichê que você ama e não se cansa de ler)

Eu acredito que isso seja um clichê e confesso que amo! Sabe aqueles livros que você vai lendo sabendo que vai ter um plot twist no final e você vai descobrir que tudo que você achava que era verdade, na verdade não era? Amo plot twist que me surpreende, mas aqueles que realmente são embasados em fatos na história e não aqueles que são extremamente convenientes.

Publicado em Livros

O canto mais escuro da floresta

O canto mais escuro da floresta foi o livro do mês de março do Turista Literário e foi escrito por Holly Black, autora das Crônicas de Spiderwick.

Sinopse:

Hazel e seu irmão, Ben, moram em uma cidade onde humanos e fadas convivem. A magia aparentemente inofensiva desses seres atrai turistas de todas as partes, que querem ver de perto as maravilhas do lugar e, principalmente, o garoto de chifres e orelhas pontudas que descansa em um caixão de vidro. Hazel e Ben eram fascinados pelo garoto quando crianças. Mas, à medida que crescem, as histórias e teorias que inventavam perdem o encanto. Eles sabem que o garoto de chifres nunca acordará…. Até que um dia ele acorda. Agora, os irmãos precisam se tornar os heróis que fingiam ser em suas brincadeiras e desvendar os mistérios que envolvem aquele príncipe com chifres.

Continuar lendo “O canto mais escuro da floresta”

Publicado em Filmes, Livros

O Silêncio dos Inocentes

Eu sou apaixonada por livros policiais, especificamente aqueles que tratam de serial killers. Há anos eu ouvia falar de Hannibal Lecter, mas foi só alguns anos atrás que eu decidi começar a ler os livros que deram origem os filmes e à série.

Eu ia assistir ao filme primeiro antes de comentar sobre o livro, mas não tenho previsão para assisti-lo (quem sabe no feriado), então resolvi logo falar sobre o livro. Os filmes foram lançados fora de ordem, já que o primeiro foi exatamente o Silêncio dos Inocentes. A ordem correta é:

  • Dragão Vermelho (1981)
  • O Silêncio dos Inocentes (1988)
  • Hannibal (1999)
  • Hannibal, A Origem do Mal (2006)

Meu primeiro contato com o Hannibal foi no Dragão Vermelho. O filme deste livro também foi a meu primeiro contato com o Antony Hopkins como Hannibal, que, diga-se de passagem é INCRÍVEL! Dragão Vermelho foi um livro que me deixou completamente presa na leitura. A todo momento eu queria saber o que ia acontecer e ficava cada vez mais impressionada como eu não conseguia sentir raiva do Hannibal, além de admirar a inteligência dele!

Continuar lendo “O Silêncio dos Inocentes”

TAG: FILMES DISNEY

Estava fuçando meu wordpress e achei esta TAG no blog PEGA MEU ÓCULOS. Como eu A-M-O TAGs e Disney, não poderia deixar de fazer! Vamos às perguntas:

1. Qual é seu filme favorito da Disney?635939248543901786-1765899869_tumblr_nxpwpifz6d1qmyzbvo1_500

Já começou com uma pergunta difícil… Eu amo vááááááários filmes, então vou escolher pelo conjunto da obra. No passado eu diria que é Aladdin ou Cinderela, mas hoje em dia, sem dúvidas, é Mulan! Melhor história, melhores personagens e melhores músicas.

2. Quem é seu herói ou protagonista favorito e porquê?

Novamente vou ficar com a Mulan. Ela é a personagem feminina perfeita que todas nós estávamos esperando.

3. Quem é o seu vilão favorito e porque?

Eu amo vilões e essa me deixa bem em dúvida do que escolher. Vou ficar com o Scar. O grande vilão da minha infância que eu não conseguia odiar completamente. Tem também o Hades que eu amo! Entre as bruxas, tem a Malévola e a Úrsula, mas acho que poderiam ter caprichado muito mais na história delas…

887894249-tumblr_m8vw4hyjfb1re5qajo1_r1_500

4. Um filme da Disney que merecia mais destaque51m8yht2jfl-_sy445_

Atlantis: O Reino Perdido. Muita gente nem conhece esse filme e ele é MARAVILHOSO!!! Vai assistir gente! AGORA!!!

5. Qual é a sua música favorita da Disney?

Impossível escolher essa, então vou citar algumas: Be Prepared, Beauty and the Beast, A Friend Like Me, Zero to Hero, I See the Light, I’ll Make a Man Out of You, Once Upon a Dream, Colors of the Wind, Hakuna matata… Tem tantas! Até pedi pra minha amiga trazer um livro de partituras da Disney pra mim!

6. Uma cena de qualquer filme da Disney que você gostaria de viver

Não é exatamente uma cena, mas sempre quis ter o Rajah da Jasmine de Aladdin.

grownraja

7. Que tipo de filme você prefere, animação 2d ou 3d?

2D! Sinto falta daquelas animações lindas….

8. Qual foi seu primeiro filme da Disney?

Eu assisto Disney desde que me entendo por gente, portanto não faço a menor ideia. Deve ter sido Branca de Neve ou A Pequena Sereia.

9. Qual a sua frase ou citação favorita da Disney?

disney-quotes-the-lion-king

10. Algum filme da Disney já assustou você quando criança?

Eu tinha um problema muito sério com a Bela e a Fera. Eu achava o Gaston tão repugnante (e essa é a palavra certa pro que eu sentia) que não conseguia assistir… Queria pular todas as cenas dele e estraguei minha fita de tanto adiantar e voltar as cenas. Outro filme que me deixava muito desconfortável era O Corcunda de Notre Dame. Achava tão maldoso… Tinha horror daquele juiz Frollo!

Publicado em Livros

A Rainha de Tearling

Já faz algum tempo que eu estava querendo ler esse livro. Se tem uma coisa que eu adoro é personagem feminina forte e isso é MUITO difícil de encontrar. A maioria das histórias, sendo elas escritas por homem ou mulher, sempre fazem mulheres fracas e dependentes de macho e já estou bem cansada disso…

Quando vi no canal All About That Book que a protagonista dessa história é o oposto de tudo isso, já me interessei na hora. Isso não quer dizer que a Kelsea seja toda fodona e que faz tudo sozinha, mas sim que ela consegue se virar pensando por si mesma.

Sinopse:

Continuar lendo “A Rainha de Tearling”

Publicado em Filmes, Livros

Precisamos falar sobre Maze Runner

Hoje eu finalizei a leitura do último livro lançado da série Maze Runner e acredito que este seja realmente o último.

No todo a série conta com 6 livros:

  1. Correr ou Morrer  ★ ★ ★ ★ ★
  2. Prova de Fogo  ★ ★ ★
  3. A Cura Mortal  ★ ★ ★ ★
  4. Ordem de Extermínio  ★ ★ ★ ★ ★
  5. O Código da Febre  ★ ★ ★ ★
  6. Arquivos  ★ ★ ★

Apesar de Arquivos ter sido lançado antes de O Código da Febre, acredito que é mais esclarecedor se os livros forem lidos nessa ordem, até reli ele (é tão curtinho que dá pra ler em meia hora) quando terminei O Código da Febre.

Pra quem nunca teve contato com o livro ou com o filme, vou colocar a sinopse do primeiro livro aqui:

Continuar lendo “Precisamos falar sobre Maze Runner”

Publicado em Livros

Aconteceu Naquele Verão

Este livro foi sobre sair da minha zona de conforto… Por que? Um livro de contos românticos no verão. Duas coisas que eu não gosto: romance e verão. Mas tudo bem! Assinei o Turista Literário justamente para sair da minha zona de conforto!

Aconteceu Naquele Verão, como já disse anteriormente, é uma coletânea de contos sobre romances de verão, organizados por Stephanie Perkins e publicado pela Intrínseca. Vou falar de cada um dos contos (sem spoiler) e depois eu faço um apanhadão geral.

Continuar lendo “Aconteceu Naquele Verão”